28 abril, 2010

As Adriana's

Mesmo nao sendo cativas
Temo-los cativos
Porque nós os mantem-mos vivos
Assim eles querem-nos vivas.

Eles nunca viram rosas
Em suaves molhos
Que para os seus olhos
Fossem mais formosas.

Rostos singulares
Olhos serenos,
Azuis e alegres,
Certamente de matar.

Uma graça viva,
Que nelas mora,
Sao mais doces que uma amora
Deixam-os concerteza com saliva.

Brilhantes os cabelos,
Onde todos vao
Afrimas a opiniao
De que os delas é que sao belos.

Presenças serenas
Que a tormenta amansam
Leves como penas
Desconcertam aqueles que nelas pensam.

Elas nao precisam de ser cativas
Para os manter cativos
É com elas que eles se sentem vivos
Estas Adriana's sao forças vivas.

("Trova" baseada na de Luís de Camões)

5 comentários:

AdrianaMoreira* disse...

Está tão lindo (':
Nós somos mesmo originais,
nós somos mesmo gatas (:
Nós somos mesmo as Adriana's

Gosto imenso de ti Nána*

Anónimo disse...

finalmente vi o famoso poema que tanto ouvia falar!
ahah eu amei,
as meninas adrianas sao mesmo cativas,
e sim nána tinhas razao vocês as duas combinam mesmo nas fotos com esses olhos clarinhos fofinhos*
têm agora que fazer mais poemas, beijinhos da Inês :)

Adriana disse...

Estás lindo nao etá?
Esta nao é a que se nota melhor mas achei que era a que estava mais bonita (:

soraia neiva disse...

obrigada por seguires o meu blog, também vou seguir o teu :)
está lindo!

Adriana Moreira disse...

Vês como foi em Abril?
Eu sabia, tinha a certeza*
Hoje posso dizer que passados 8 meses eu tenho a certeza de que tenho sempre a tua mão, o teu braço a amparar todas as minhas quedas, eu gosto mesmo de ti Nána *