31 maio, 2010

Estou esgotada sabias? Cansada de que seja sempre assim.
O meu maior sonho era sem dúvida que a nossa relação fosse diferente daquilo que é. Gosta de ser capaz de te confiar tudo sem medo algum, de que foces tu quem me secasse cada lágrima caída, de ter certezas que estás sempre para tudo(...) mas não, não é assim
Hoje foi mais um dos dias em que mais necessitei do teu colo e em vez de isso só recebi gritos em troca :’( Tentei contar-te que o meu dia hoje não tinha sido fácil, que me tinha deparado com variados obstáculos. Tentei (mais uma vez) que entendesses que eu precisava da tua ajuda mas tu não entendes-te isso. Voltas-te com as mesmas perguntas de todos os dias. Voltas-te a acusar, a dizer que tudo isto só e apenas poderia ser culpa minha. Mais uma vez me senti como uma qualquer para ti quando não devia ser assim. E como sempre, de cada vez que me falas, apenas viste aquilo em que eu errei, e me apontas-te todos os defeitos e mais alguns.
Tenho a consciência de que não sou um exemplo em nada, de que não sou um motivo de orgulho para ti ou mesmo se não sou aquilo que sonhas-te um dia mas também. Eu não tenho culpa disso e tentei mas não vejo o que possa fazer para poder mudar isso.
Apesar disso nos iremos fazer para sempre parte uma da outra e ainda que a nossa relação não é como eu gostava tu nunca deixarás de ser a minha Mãe por quem eu tenho o maior respeito, carinho, afecto, o maior orgulho.
Estou cansada (…) Hoje foi mais um dos dias em que cheguei a tua beira a chorar e tu não deste por nada. Estou farta de gritar por socorro e nunca ser ouvida.

29 maio, 2010

"(...)Mais vale chorar a tristeza de um amor perdido do que sonhar com um oásis que virou miragem.
Pega no telefone e liga-lhe. Liga as vezes que forem precisas até conseguires uma resposta, a paz de uma certeza, mesmo que essa certeza não seja a que desejas ouvir. Mas não fiques quieta à espera que a vida te traga respostas. A vida é tua, tens de ser tu a vivê-la, não podes deixar que ela passe por ti, tu é que passas por ela."

Margarida Rebelo Pinto